Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Passou ontem na Assembleia da República a lei que permitirá a que muitas mulheres que sonhavam ter um filho e não podiam,o possam ter graças a uma maternidade substituição.

Os críticos da lei chamam-lhe a lei das barrigas de aluguer mas ninguém vai pagar nada a ninguém. 

A lei só passou graças aos votos de 24 deputados do PSD, incluindo o de Passos Coelho. O PCP e os deputados socialistas Renato Sampaio e Isabel Santos votaram contra. Abstiveram-se os social-democratas Emídio Guerreiro, Margarida Balseiro Lopes e Laura Magalhães.

A igreja é contra esta lei considerando-a contra natura. Para o cardeal patriarca D. Manuel Clemente, a ligação entre a criança e a mãe estabelece-se nos nove meses de gestação, sublinhando que quem não pode ter filhos tem outras formas de maternidade. Deve haver muitas mulheres católicas que não devem pensar da mesma maneira.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:25



Astronomy Picture of the Day


Música do dia

anteriores

Tira do Armandinho




subscrever feeds