Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Venha a 2ª fase

09.12.17

Theresa May esteve ontem de manhã cedo mais uma vez em Bruxelas e chegou a acordo sobre a 1ª fase das negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia. Já passaram 18 meses desde o referendo que ditou a saída do Reino Unido da União Europeia.

As 2 questões mais polémicas eram a fronteira entre as 2 Irlandas, única fronteira terrestre do Reino Unido, e a situação quer dos cidadãos da União Europeia a viver no Reino Unido, quer vice-versa.  Theresa May garantiu que não haverá uma fronteira física entre Irlanda do Norte e República da Irlanda. Também foi estabelecido o montante que Londres pagará a Bruxelas (40 a 45 mil milhões de euros) e chegou-se a um acordo que protege os direitos dos cidadãos europeus que vivem no Reino Unido e vice-versa.

A 2ª fase das negociações começa no Conselho Europeu da próxima semana, que não vai ser nada fácil. Em questão estará um futuro acordo de comércio. Até agora os britânicos têm rejeitado um modelo semelhante ao da Noruega, que tem acesso ao mercado único a troco de contribuições para o orçamento comunitário e o respeito pela liberdade de circulação.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:22

Jerusalém

08.12.17

Jerusalém, localizada num planalto nas montanhas da Judeia, entre o Mediterrâneo e o mar Morto, é uma das cidades mais antigas do mundo, sendo considerada sagrada pelas três principais religiões - judaísmo, cristianismo e islamismo

O mundo ficou profundamente preocupado com a decisão tomada por Donald Trump na 4ª feira de reconhecer Jerusalem como capital de Israel. O EUA torna-se assim no único país do mundo a reconhecer Jerusalém com a capital de Israel.

Uma lei norte-americana de 1995 solicitava a Washington a mudança da embaixada para Jerusalém, mas essa medida nunca foi aplicada, porque os Presidentes Bill Clinton, George W. Bush e Barack Obama adiaram sua implementação, a cada 6 meses, com base em “interesses nacionais”.

Israel considera a Cidade Santa a sua capital “eterna e reunificada”, mas os palestinianos defendem pelo contrário que Jerusalém-leste deve ser a capital do Estado palestiniano ao qual aspiram, num dos principais diferendos que opõem as duas partes em conflito.

Só Israel se congratulou com a decisão de Trump, considerando o dia 6 de Dezembro como "histórico". O primeiro ministro isrealita Benjamin Netanyahu considerou que o anúncio de Trump é “um passo importante para a paz”.

Já o Presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmoud Abbas, afirmou que esta é uma “decisão deplorável” e que os EUA deixaram de poder desempenhar o seu papel histórico de intermediário nas negociações de paz com os palestinianos e estão a “minar deliberadamente todos os esforços de paz”.

A revolta contra os Estados Unidos e Israel já se faz sentir nas ruas e para esta sexta-feira são esperadas mais manifestações em solo palestiniano.

Como disse o Papa, durante a audiência semanal, "Jerusalém é uma cidade única, sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos, que ali veneram locais sagrados para as suas respetivas religiões e ela tem uma vocação especial para a paz. Peço a Deus que esta identidade seja preservada e reforçada, em benefício da Terra Santa, do Médio Oriente e de todo o mundo"

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:04

Depois de na 2ª feira Theresa May ter ido a Bruxelas fechar o acordo para asaída do Reino Unido da União Europeia mas não ter conseguido,hoje volta a Bruxelas. Em causa está o  estatuto da fronteira entre a Irlanda e a Irlanda do Norte. 

Na 2ª feira já havia acordo entre Reino Unido e União Europeia mas os unionistas do DUP, que com os seus 10 deputados apoiam o governo de Theresa May, rejeitaram um acordo que implicaria a permanência da Irlanda do Norte no mercado comum mesmo após a concretização do Brexit, prevista para março de 2019. Apermanência da Irlanda do Norte no mercado comum iria evitar o regresso dos controlos fronteiriços entre Irlanda e Irlanda do Norte, o que violaria o acordo de paz de Sexta-Feira Santa assinado em 1998 e que pôs fim a três décadas de conflito.

Não está nada fácil a saída do Reuno Unido da União Europeia. O melhor para todos era que voltasse a fazer-se um referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:31

Envenenou-se

03.12.17

O antigo general Slobodan Praljak, com 72 anos, que antes da Guerra da Bósnia (de 1992 a 1995), era escritor e realizador, suicidou-se na passada 4ª feira durante uma audiência de recurso do Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia, em Haia, na Holanda, ingerindo um veneno que tinha numa pequena garrafa. Praljak disse na altura: “Acabo de beber veneno. Praljak não é um criminoso. Rejeito o vosso veredicto”. O juiz nem estava a perceber o que se estava a passar. Mais tarde ficou-se a saber que o veneno era cianeto. Falta agora saber como Praljak teve acesso ao veneno.

Praljak foi acusado de ter ordenado a destruição da ponte de Mostar, a 9 de Novembro de 1993, construída no século XVI, tendo sido condenado a 20 anos de prisão em 2013. O tribunal considerou que Praljak “causou um dano desproporcional à população civil muçulmana da cidade”. A ponte otomana, símbolo da devastação da guerra, foi reconstruída e inaugurada a 23 de julho de 2004, sendo agora Património Mundial da UNESCO.

Nos último anos, tem-se realizado lá uma das etapas do circuito Red Bull Cliff Diving World Series. A tradição de saltar da ponte velha de Mostar remonta ao século XVII.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:36

O Papa Francisco está desde 2ª feira em Myanmar, a antiga Birmânia, numa viagem de 6 dias que passará tambem pelo Bangladesh.

Até agora ainda não houve uma referência do Papa Francisco à limpeza étnica da minoria rohingya na Birmânia mas apelou ao respeito por todos os grupos étnicos. Espera-se que no Bangladesh se encontre com refugiados rohingya.

Ontem, o Papa Francisco encontrou-se com a líder do governo birmanês, Aung San Suu Kyi, prémio Nobel da Paz.  Aung San Suu Kyi disse que o objetivo do governo é "destacar e reforçar a beleza da diversidade" da Birmânia "protegendo os direitos, promovendo a tolerância e garantindo a segurança para todos", o que não tem sido o caso.

Mais de 620 mil rohingya fugiram para o vizinho Bangladesh desde Agosto, quando o exército birmanês os atacou em resposta a ataques de rebeldes rohingya. A Birmânia é um país mais com 90% da população budista, não reconhecendo  a minoria muçulmana rohingya,impondo-lhes múltiplas restrições, como a liberdade de movimentos.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:18

Mnangawa

26.11.17

O Zimbabwe tem novo presidente - Emmerson Mnangagwa, o Crocodilo. A tomada de posse foi na 6ª feira, no Estádio Nacional em Harare, com capacidade para 60 mil pessoas e que estava completamente cheio..

Mnangagwa, com 75 anos, era o antigo vice-presidente de Robert Mugabe e assumirá a liderança do país até às próximas eleições presidenciais, previstas para Setembro de 2018, e onde deverá ser candidato. Tinha sido demitido por Mugabe no início do mês, depois de 50 anos como seu braço direito, e estava exilado na África do Sul.

Numa entrevista em 2015 ao jornal Herald explicou a sua alcunha: “O crocodilo entra na água para caçar a sua presa. Nunca vai às aldeias ou ao mato em busca de comida. Só ataca no momento apropriado”.

No discurso da tomada de posse, Mnangagwa disse que “os actos de corrupção devem terminar” e prometeu que irá criar condições para o crescimento económico do país. 

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:34

Robert Mugabe, com 93 anos, está à frente do Zimbabwe desde 1980. Nessa altura, com 53 anos, conduziu o Zimbábue à independência do Reino Unido.

Nos últimos anos deste antigo professor primário à frente do Zimbabwe alguns protestos da população foram acontecendo, devido aos atrasos no pagamento dos salários, mas principalmente pelos conflitos internos dentro do seu partido, o ZANU-PF, especialmente devido à sua sucessão. Emmerson Mnangagw foi durante muitos anos considerado o sucessor designado de Mugabe mas acabou por ser humilhado e demitido de suas funções, há 2 semanas, acabando por fugir do país. A primeira-dama, desde 1996, Grace Mugabe, com 52 anos e nascida na África do Sul, passou a ser falada para suceder ao marido mas tinha opositores tanto no partido como no governo e acabou por ser expulsa do partido. Agora foi a vez de Robert Mugabe mas ainda continua à frente do país. O Comité Central d ZANU-PF, que se reuniu de urgência para analisar a crise político-militar zimbabweana, decidiu nomear para o lugar de Mugabe, Emmerson Mnangagw.

Durante o fim de semana os zimbabweanos sairam à rua em Harare, a capital, para pedir mudanças. A África subsariana está a mudar.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:15

No início do mês tinha sido divulgada a notícia de que o novo presidente angolano ia afastar Isabel dos Santos da presidencia da empresa de petróleo No mesmo dia a notícia foi desmentida.

Nesta 4ª feira ficou a saber-se que a notícia do início mês era mesmo verdadeira. O novo presidente da Sonangol é Carlos Saturnino, que tinha sido exonerado por Isabel dos Santos da Sonangol em Dezembro do ano passado.

Outros 2 irmãos, Welwistchea dos Santos e José Paulino dos Santos, deixaram de controlar a gestão de 2 canais de televisão públicos, o Canal 2 e a TPA Internacional.

Quando se despediu dos funcionários da Sonango, Isabel dos Santos terá dito que "A memória é curta", pois quando entrou na empresa, esta estava em situação de pré- falência.

Desde 26 de Setembro, dia em que João Lourenço tomou posse, já ocorreram 60 exonerações. Algo estar a mudar em Angola.

Luaty Beirão, o ativista angolano que foi preso durante a presidência de José Eduardo dos Santos, disse à TSF, estar surpreso com estas notícias e que mexer com a família de Eduardo dos Santos é como “meter a mão no ninho dos maribondos (vespas)” mas avisa que é preciso esperar para ver o que virá a seguir.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:54

Fugiu

16.11.17

Foi notícia há 2 dias a fuga de um soldado nort-coreano para a Coreia do Sul. Infelizmente, durante a fuga foi atingido no braço e no ombro mas consegui escapar e agora encontra-se a recuperar num hospital.

O nome do soldado que agora fugiu não foi divulgado.

Desde o fim da Guerra da Coreia em 1953, cerca de 1000 pessoas fogem todos os anos da Coreia do Norte para a Coreia do Sul mas não ficam por lá. 

Esta notíca certamente não foi divulgada na Coreia do Norte.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:12

Um ano depois

09.11.17

Fez um ano que Donald Trump venceu as presidenciais norte americanas. Há 6 meses apenas 36% dos americanos aprovavam o desempenho do presidente. Agora os valores mantém-se nos 36%.

A maioria das promessas eleitorais não avançaram, o que para muitos é uma boas notícia. Por estes dias Trump anda em viagem pelo Oriente.

Na passada 3ª feira houve eleições estaduais em Nova Jérsia e Virginia e os vencedores foram os candidatos democratas. Um sinal que o Congresso norte americano pode mudar. Para o ano há mais eleições.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:46



Astronomy Picture of the Day


Música do dia

anteriores

Tira do Armandinho