Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ontem foi promulgado o diploma que prevê o alargamento da escolaridade obrigatória para 12 anos. Quem neste ano lectivo entrar para o 7º ano vai ter de andar na escola até ao 12º ano. Daqui a 3 anos vão ter de ser colocados muito mais professores e as escolas têm de ser ampliadas. Será?

Claro que isso não vai aumentar a exigência na escola, bem pelo contrário. Os resultados divulgados na 2ª feira são exemplo disso, em que houve uma redução para metade dos chumbos no básico e secundário nos últimos 12 anos. Eu continuarei a ser o mesmo: se não se esforçarem e não souberem as matérias que ensino não passarão.

E para quando a universalidade do pré-escolar?

Entretanto, a menos de uma semana de se iniciar o mês de Setembro continuo sem saber onde vou trabalhar. Quando sairão os resultados do concurso de professores?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:16


7 comentários

Sem imagem de perfil

De stiletto a 26.08.2009 às 09:54


Cada vez há menos respeito pela profissão que tem uma grande responsabilidade no futuro do país. Afinal vocês estão a preparar os adultos de amanhã.
E com o caminho que leva a educação, não sei onde vai o país. 
Sem imagem de perfil

De Cláudia a 26.08.2009 às 11:11

Ia perguntar-te isso mesmo...

Onde é que vais trabalhar este ano.
Esta insegurança também não ajuda!
Sem imagem de perfil

De Gema a 26.08.2009 às 12:24

Como se prolongando a obrigatoriedade de ensino, fosse dar mais alunos que estudem e tenham bons resultados... enfim palavras para quê?

Acho que fazes muito bem, se fosse professora também só passava quem soubesse, quem não sabe, não deve passar.

Isso é muito "lixado". Pensei que já estavas colocado num sitio fixo.
Sem imagem de perfil

De entremares a 26.08.2009 às 12:26

Pois... dá que pensar, não é?
Quando um país investe mais em armamento do que em educação, quando deixa fugir os seus valores para o estrangeiro, quando premeia a mediocridade e ignora a excelência... fica a pergunta: Para quê o esforço?

Mas como sempre... os exemplos vêm de cima. E os professores ( bons e maus, como em todas as profissões ) cada vez estão mais arredados das decisões, decisões de gabinete.

E assim... não vamos a parte nenhuma, pois não?

Um abraço.
Rolando

PS. Espero que consigas a colocação desejada...
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 27.08.2009 às 07:58

Era uma boa ideia ter um professor como ministro, mas que não fosse sindicalista.
Um abraço.
Sem imagem de perfil

De su a 26.08.2009 às 13:03

exigem tanto dos professores e respeitam-nos tão pouco. Um abraço solidário.
Su
Sem imagem de perfil

De Brigitte a 26.08.2009 às 14:30

Infelizmente tem havido nos ultimos anos um certo desleixo pela vida escolar, são muitos os que deixam a escola e que depois não arranjam um trabalho certo.

Acho bem que se olhe mais pelo nossa educação!!!

:)

Comentar post




Astronomy Picture of the Day


Música do dia

anteriores

Tira do Armandinho