Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Também em Espanha o primeiro ministro não se demite. Por lá também há crise política mas por causa de dinheiros. Um ex-tesoureiro do PP, em funções entre 1991 e 2011, que está ser ouvido em tribunal, diz ter entregue 25 000 euros de contabilidade paralela do partido a Mariano Rajoy e outros 25 000 euros à secretária-geral, valores que ultrapassam o limite legal porque eram feitos por empresas contratadas pelo Estado que estavam legalmente impedidas de fazer donativos ao partido e que em troca obtinham contratos de adjudicação obras nas províncias onde o PP liderava.  Nos jornais já vieram sms que denunciam Rajoy

Mariano Rajoy nega tudo, diz que não se demite e não cede a chantagem. Vamos lá ver se se aguenta. 

Com estas notícias os mercados vão virar-se para Espanha e deixaram Portugal em espera.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:09



Astronomy Picture of the Day


Música do dia

anteriores

Tira do Armandinho




subscrever feeds