Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ontem ficámos a saber que há pessoas a morrer por não lhe serem administrados medicamentos que lhes salvariam a vida. Uma senhora de 51 anos morreu na 3ªfeira no Hospital de Santa Maria enquanto aguardava que lhe fosse disponibilizado o medicamento Sofosbuvir, contra a hepatite C, com altas taxas de cura mas muito caro.

O ministro da Saúde esteve no Parlamento e falou sobre oassunto. Vários doentes com hepatite C e familiares manifestaram-se junto ao Parlamento. Um deles foi autorizado a entrar na comissão parlamentar de saúde e disse das boas ao ministro -  "Não me deixe morrer, eu quero viver! Eu ofereci-lhe metade do dinheiro para o senhor me dar o tratamento e não me respondeu. Não há direito! Acabem com isso! Por favor! Uma vez por todas..."

Ao final do dia ficámos a saber que a empresa farmacêutica, produtora do medicamento, tinha oferecido 100 doses do medicamento para os doentes em pior situação mas até agora os doentes não tiveram acesso ao medicamento.

Têm de haver responsáveis pela morte de pessoas a quem é recusado tratamento. A saúde não pode ter preço.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:10



Astronomy Picture of the Day


Música do dia

anteriores

Tira do Armandinho




subscrever feeds