Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Os jihadistas do autodesignado Estado Islâmico (EI) decidiram agora atacar a cidade assíria de Nimrud, com 3000 anos. Nimrud, assim chamada em homenagem ao rei Nimrod, caçador lendário que a Bíblia refere, é um dos principais pólos da antiga Mesopotâmia, tida com um dos berços da civilização.

Os motivos que os extremistas evocam para a destruição da cidade são as  estátuas dos acadianos, vistas como blasfemas, já que são o reflexo de que, no passado, esta região adorou “ídolos”, desrespeitando o Profeta.

O ataque iniciou-se depois das orações do meio-dia e, além dos bulldozers para destruir as ruínas, os militantes do EI levaram camiões para poderem transportar as esculturas e altos-relevos mais pequenos, que foram capazes de destacar dos muros e paredes do sítio arqueológico.

 Esta destruição levada a cabo pelo grupo terrorista só é comparada à implosão dos budas de Bamiyan, levada a cabo pelos taliban no Afeganistão, em 2001.

Continua-se a aguardar uma resposta dos Estados Unidos a estes terroristas. Com a Europa não se pode contar.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:50



Astronomy Picture of the Day


Música do dia

anteriores

Tira do Armandinho




subscrever feeds