Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Portugal 2011

por aespumadosdias, em 26.10.11

Uma análise aos dados preliminares do Censos2011 foram apresentados ontem por três investigadores da Universidade de Lisboa. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), nos últimos anos, cerca de 200 mil pessoas deixaram o país, sendo maior o número de Homens que estão a abandonar as áreas metropolitanas. Em tempo de crise, como era de esperar, aumenta a imigração.

No entanto, a população portuguesa aumentou, mas de forma irregular em termos geográficos: a área metropolitana de Lisboa foi a que mais cresceu, principalmente nos concelhos de Sesimbra e Mafra, a área metropolitana do Porto também segue a mesma tendência, apesar de menos acentuadamente, O Algarve também cresceu, ganhando 55 mil habitantes, o Alentejo, pelo contrário perdeu mais de 18 mil habitantes em dez anos, o mesmo acontecendo com Trás-os-Montes e a Beira Interior.

A desertificação no interior é cada vez maior.

Como era de esperar, a grande responsável pelo aumento da população é a emingração (91%).

Outra conclusão é que a dimensão média das famílias está a diminuir, o que indicia um envelhecimento da população.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:40


3 comentários

Imagem de perfil

De Kok a 26.10.2011 às 09:56

A última (senão as últimas) década alterou o pensamento das pessoas que tomaram decisões importantes para a sua vida.
Uma delas foi o não ter filhos!
Não admira, pois, que o envelhecimento da população seja um facto consumado.
E quando os velhos começarem a "cair que nem tordos" começará outro ciclo:
diminuição da população e da (dita) 3ª idade.
Talvez que com menos gente o país recupere da crise.

1 abraço.
Sem imagem de perfil

De maria a 26.10.2011 às 10:06


Anda ela por ela, saem uns entram outros...

O envelhicemento das populações é normal, a esperança de vida aumentou e há menos crianças...

Quanto à desertificação interior também me parece normal, é nas grandes cidades que se encontram as melhores oportunidades de vida e não só...é uma pena que assim seja, mas é uma realidade...se fores ao interior durante os meses fora das férias não vês nada, muitas vezes nem um café aberto...

Beijinho :)
Sem imagem de perfil

De Orquídea Selvagem a 27.10.2011 às 10:00


Ok, resumindo... os censos não trouxeram nada de novo às tendências verificadas em décadas anteriores: desertificação do interior em prol do engrandecimento das grandes metrópoles; envelhecimento da população...
Já há cerca de 25 anos quando eu estudava Economia no secundário, as conclusões já eram estas.

Beijinhos migrantes...  :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Astronomy Picture of the Day





Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D