Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Portugal 2011

por aespumadosdias, em 26.10.11

Uma análise aos dados preliminares do Censos2011 foram apresentados ontem por três investigadores da Universidade de Lisboa. Segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), nos últimos anos, cerca de 200 mil pessoas deixaram o país, sendo maior o número de Homens que estão a abandonar as áreas metropolitanas. Em tempo de crise, como era de esperar, aumenta a imigração.

No entanto, a população portuguesa aumentou, mas de forma irregular em termos geográficos: a área metropolitana de Lisboa foi a que mais cresceu, principalmente nos concelhos de Sesimbra e Mafra, a área metropolitana do Porto também segue a mesma tendência, apesar de menos acentuadamente, O Algarve também cresceu, ganhando 55 mil habitantes, o Alentejo, pelo contrário perdeu mais de 18 mil habitantes em dez anos, o mesmo acontecendo com Trás-os-Montes e a Beira Interior.

A desertificação no interior é cada vez maior.

Como era de esperar, a grande responsável pelo aumento da população é a emingração (91%).

Outra conclusão é que a dimensão média das famílias está a diminuir, o que indicia um envelhecimento da população.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:40


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Orquídea Selvagem a 27.10.2011 às 10:00


Ok, resumindo... os censos não trouxeram nada de novo às tendências verificadas em décadas anteriores: desertificação do interior em prol do engrandecimento das grandes metrópoles; envelhecimento da população...
Já há cerca de 25 anos quando eu estudava Economia no secundário, as conclusões já eram estas.

Beijinhos migrantes...  :)

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Astronomy Picture of the Day





Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D