Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Falar verdade a mentir

por aespumadosdias, em 18.04.12

Ontem acompanhei a minha direcção de turma ao teatro. Muitos foram pela 1ª vez assistir a uma peça de teatro.

 

A peça era "Falar a Verdade a Mentir", de Almeida Garret, escrita em 1845. A acção desta comédia desenrola-se em Lisboa e é uma crítica à sociedade da altura. A peça contém apenas um acto com dezassete cenas. Amália é filha de Brás Ferreira, um burguês do Porto, e noiva de Duarte Guedes, um mentiroso compulsivo. Joaquina é empregada de Amália e namorada de José Félix, empregado do General Lemos, que vai ajudar Durte Guedes a safar-se das mentiras que prega ao futuro sogro.

A peça foi encenada por Ruy Pessoa da companhia "O Sonho" e o elenco é constituído por Ruy Pessoa, Eduardo Galhardo, Joana Almeida, Luis Valente, Patrícia Duarte e Tiago Diogo.

Os alunos ainda não conheciam a peça, que faz parte do programa de Língua Portuguesa do 8º ano, e por isso não entenderam muito bem, mas quando a derem nas aulas vai ser mais fácil entendê-la.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:53


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Orquídea Selvagem a 18.04.2012 às 09:45


O meu filho viu esta peça o ano passado (no seu 7º ano) e adorou. Acabei de lhe mostrar o teu post e ele anuiu de imediato: "essa peça foi uma espectáculo!"

Almeida Garret teve uma enorme importância para o desenvolvimento do teatro em Portugal e é bom ver as suas obras perpetuadas no tempo.

Beijinhos teatrais  :)
Sem imagem de perfil

De maria a 18.04.2012 às 22:23

Não há nada como uma visita de estudo para se perceber melhor a matéria...e mesmo que alguns não tenham entendido ou tivessem achado uma seca, a verdade é que vai ajudá~los mais tarde.

Beijinho :)
Imagem de perfil

De C.M. a 19.04.2012 às 23:08

Gosto dessa Companhia e este ano também já lá estive com os alunos, mas a ver outra peça. Quanto a mim, é sempre uma boa experiência, mas como professora de L.Port., gosto de levá-los depois de ter começado o estudo da obra ou no fim.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Astronomy Picture of the Day





Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D