Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Referendo na Irlanda

por aespumadosdias, em 14.06.08

Mais uma vez o Não ganhou. O Tratado de Lisboa voltou à estaca zero. Agora tem de se arranjar uma artimanha qualquer para prosseguir com o processo de construção europeia.

Infelizmente, não há interesse significativo por parte dos cidadãos europeus relativamente as estas temáticas.

No entanto quando é preciso tomar decisões que têm a ver com os interesses das populações, os governos não se entendem.

Como diz o povo, e com razão, "O que nasce torto dificilmente se indireita".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:47


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Pipas a 14.06.2008 às 12:39

Acho que o grande problema é a falta de informação do que consta o tratado, eu tento manter-me informado sobre esse assunto, leio e vejo todo o tipo de informação sobre o tratado e mesmo assim não me sinto devidamente informado, agora com o Não da Irlanda, vamos a ver como a UE se safa desta situação.
Mais, eram situações destas que eles queriam evitar ao não querer referenciar o tratado, de certeza que eram mais os nãos que os sims.
Abraço
Pipas
Sem imagem de perfil

De M&M a 14.06.2008 às 15:03

Concordo em absoluto contigo... ainda não perceberem que o processo europeu não vai lá à força...

bj
Sem imagem de perfil

De Paracletus a 14.06.2008 às 20:31

A maior parte dos europeus desconhece o teor do Tratado de Lisboa.
Acho que nos seus respectivos países não foi feita uma forte campanha de esclarecimento acerca do objectivo do referido tratado.
A ignorância fez com que os irlandeses apoiassem o Não.
O Tratado de Lisboa não é nada de mais, é apenas a consolidação legal de todos os outros tratados europeus. Enquanto houver nacionalismos exacerbados, o projecto de unidade europeia há-de andar sempre encalhado...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Astronomy Picture of the Day





Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D