Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Um ano depois

por aespumadosdias, em 06.06.12

Fez ontem 1 ano que Passos Coelho ganhou as eleições. Gustavo, não percebe a razão de tantos criticarem as políticas deste governo. A vida corre-lhe bem. O ano passado foi com os amigos festejar a vitória de Passos Coelho para o Marquês de Pombal. Não podia com o "corrupto" do Sócrates.

Gustavo tem 32 anos mora no centro de Lisboa numa casa que o pai o ajudou a pagar, pelo que agora só paga apenas 200 € de prestação mensal ao banco por causa do empréstimo que teve de fazer. Todos os dias vai para Barcarena onde trabalha, numa empresa de computadores, onde é efectivo, no seu carro que o pai lhe ofereceu faz agora 2 anos, quando começou a trabalhar na empresa. Ganha 2500 euros por mês e não perdeu, nem o subsídio de férias, nem o subsídio de natal. Nos últimos meses tem visto que há menos gente a andar de carro e o posto de gasolina low-cost onde vai pôr gasolina já não tem grandes filas para abastecer. Na 2ª feira foi jantar a 1 japonês com a namorada ao pé de sua casa, onde costuma ir habitualmente, e só estavam lá mais 2 casais.

No dia da promoção dos 50% no Pingo Doce tentou ir ao que fica perto de sua casa mas teve de voltar para trás. No Facebook escreveu "as pessoas queixam-se deste governo e dizem que não têm dinheiro mas limparam as prateleiras dos supermercados Pingo Doce". No dia da campanha do Banco Alimentar foi ao Continente e usou o cupão que lhe enviaram para casa e deixou um saco na meninas que estavam à porta do supermercado com arroz, leite e latas de atum.

O pai tem um supermercado na aldeia, na zona do Oeste, e é agricultor. Da última vez que foi lá o pai queixou-se que os grandes hipermercados estão a dar-lhe cabo das vida e que este ano não vai ganhar dinheiro com as pêras pelo que nem as vai apanhar.

Gustavo foi no sábado à Luz ver a selecção e no sábado vai à Ucrânia ver o jogo com a Alemanha. Na 2ª feira custou-lhe muito ir trabalhar pois no domingo foi para o Rock in Rio. Felizmente que as férias estão à porta - no dia 16 parte para Cabo Verde com a namorada onde vai estar 10 dias. Em Fevereiro foi com uns amigos 4 dias para Cortina D'Ampezzo fazer ski.

A namorada mora na margem sul e é jornalista numa revista feminina. Na semana passada estava a queixar-se que tem de pagar 800 € por causa das obras no prédio onde mora e que por isso não lhe dava jeito ir agora para Cabo Verde mas Gustavo disse-lhe que a ajudava a pagar  viagem.

No final do mês quando pagou à empregada romena que vai lá a casa limpar e passar a ferro, ela pediu-lhe um aumento. Nessa altura disse-lhe que com a crise não havia possibilidades de lhe aumentar o ordenado.

Será que para o ano Gustavo ainda apoia este governo?

 

Foto retirada daqui.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:26


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.06.2012 às 11:32


Podias ao menos colocar a fonte do texto que, obviamente, não é teu.
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 06.06.2012 às 13:48


Caro(a) anónimo(a). O texto é da minha autoria. Qualquer semelhança com a realidade é mera coicidência.
Sem imagem de perfil

De maria a 06.06.2012 às 12:20


Escrevi um comentário, mas não vou publicá-lo...passo esta, não vale a pena...só vês o que queres!

Beijinho :)
Imagem de perfil

De aespumadosdias a 06.06.2012 às 13:49


Que pena teres censurado o teu comentário.
:)
Sem imagem de perfil

De stiletto a 06.06.2012 às 23:27

Ora aqui está uma curiosa de dizeres mas do governo e da austeridade.
A pergunta final não faz muito sentido. Este teu personagem não parece sentir na pele, os efeitos da austeridade por isso deve continuar satisfeito com o governo de Passos Coelho. O problema é que a crise é, cada vez mais, generalizada e abrange quase todos os países da Europa e todas as áreas da sociedade. Aliás há um fenómeno  interessante e que tem grande influência na economia interna. É que não tem dinheiro não consome porque não pode, nem os bancos emprestam, e quem ainda tem dinheiro retrai-se porque de tanto ouvir falar em crise também não quer gastar os eurozitos. O teu herói só quis poupar no ordenado da empregada, são opções...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Astronomy Picture of the Day





Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D