Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os brasileiros saíram à rua, de verde e amarelo, para festejar a vitória de Jair Messias Bolsonaro. Parecia que tinham ganho a Copa. Foram mais de 10 milhões de votos de diferença.

Ontem à noite os comentadores da Globo News diziam que ele é um populista de direita. Por cá chamam-lhe fascista.

A declaração de vitória foi feita pelo Facebook, com a mulher, Michelle, 25 anos mais nova, e uma interprete de linguagem gestual a seu lado. Em cima da mesa estava uma biblia e a constituição. Minutos depois houve, já com um jornalista da Globo presente, uma oração a Deus. Só visto, não dando para a acreditar.

Gostava tanto de ver a cicatriz da facada em Bolsonaro no dia 6 de Setembro, em Juiz de Fora. Tudo mudou a partir dessa data.

Os brasileiros acreditam na Mudança do Brasil, com o fim da corrupção. Também acreditam no fim da crise económica. Com a democracia, a maioria dos brasileiros não está preocupada.

O melhor momento da noite o discurso de derrota de Fernando Haddad, que vai continuar a lutar. Estão com ele 46 milhões de brasileiros. O Partido dos Trabalhadores ressuscitará.

 

 Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:09


1 comentário

Imagem de perfil

De Pedro D. a 29.10.2018 às 22:16

Será que é mesmo fascista, ou foram os mídia que passaram a imagem para a opinião pública??? Pelo discurso de ontem, não pareceu, nada disso. Aliás pela oração, citações da bíblia, e pelo discurso em si... tudo foi idêntico ao discurso de vitória de Margaret Thatcher, outra que ela apelidada  de fascista pelos meio de comunicação e depois viu-se... 

Comentar post




Astronomy Picture of the Day


Música do dia

anteriores

Tira do Armandinho