Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Enquanto o FC Porto festejava nos Aliados a conquista do campeonato, em Lisboa decorria o Festival da Eurovisão.

Venceu a isrealita Netta Barzilai, graças ao voto do público que por vários países assistiu ao espectáculo, já que os júris dos países concorrentes preferiram a canção austriaca. Já na 3ª feira tinha dito que não tinha gostado desta canção. A canção austriaca, interpretada por Cesár Sampson era bem melhor.

Gostei de ver Salvador Sobral a entregar o troféu a Netta Barzilai.

A canção portuguesa desta vez deixou muito a desejar, ficando em último lugar.

Fiquei desiludido com o resultado dos italianos Ermal Meta e Fabrizio Moro, que apenas ficaram em 5º lugar.

A canção da Lituania, que também tinha gostado ficou só em 12º lugar.

Os porta-vozes dos vários juris elogiaram muito a organização do Festival deste ano e o espectáculo.

Agora vamos ficar a aguardar onde será o Festival do próximo ano. Telavive ou Jerusalém? Vai haver polémica.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:08


1 comentário

Imagem de perfil

De Charneca em flor a 13.05.2018 às 09:42

A música vencedora não era, de todo, a minha preferida. Desde o princípio que as minhas preferidas eram as da Itália e da França. A canção da Aústria descobri na semi-final e também gostei muito. Quando começou a estar nos lugares cimeiros, estive a torcer para que ganhasse. Em relação ao próximo ano, acabei de ler no Sapo que a Netta e o PM de Israel já disseram que vai ser em Jerusalém. Ainda vai fazer correr muita tinta. 
O Salvador Sobral esteve muito digno ao entregar o troféu tendo em conta que detestava aquela música. Se calhar, foi por estar aliviado por estar livre da Eurovisão.

Comentar post




Astronomy Picture of the Day


Música do dia

anteriores

Tira do Armandinho