Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O novo treinador do Nápoles, Carlo Ancelotti, não quis ficar com Rui Patrício. Estava tudo acertado com o presidente Aurelio De Laurentiis, por 20 milhões. Era um grande clube, onde Rui Patrício merecia jogar.

O empresário de Rui Patrício tentou depois arranjar-lhe outro clube. Estava tudo acertado com o Wolverhampton, comandado por Nuno Espírito Santo, amigo de Jorge Mendes, o empresário de Rui Patrício. Rui Patrício merecia um clube bastante melhor. Os ingleses pagavam 17 milhões mas o Sporting tinha de pagar 6 milhões a Jorge Mendes. 

Para quê tanta pressa? Havia de surgir um grande clube da Europa a querer ficar com Rui Patrício, ainda por cima com ele a jogar o mundial na Rússia.
Por causa da não concretização da transferência, Rui Patrício apresentou  a carta de rescisão, 16 dias depois dos graves acontecimentos de Alcochete. Agora é a vez dos tribunais decidirem se há mesmo razões para a rescisão.
Ontem à tarde, nas televisões já se falava em mais cartas rescisão mas afinal só Podence também rescindiu. Foi uma surpresa pois não era um dos nomes de que se falava nas últimas semanas. Depois percebeu-se a razão - o empresário de Podence é Jorge Mendes.
Desde as 19 horas de ontem e até depois da meia noite, Bruno de Carvalho esteve em directo na Sporting TV a explicar o que se tem passado no clube nos últimos dias, em mais uma sessão de esclarecimento aos sócios, onde podemos ouvir uma versão bastante diferente do que tem sido dito na comunicação social.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:03


1 comentário

Imagem de perfil

De Charneca em flor a 02.06.2018 às 09:34

Esta situação do Sporting já se está a prolongar demasiado. O futebol caseiro já devia ter saído de cena. A poucos dias do início do Mundial quase não se houve falar da selecção. Sempre quero ver como é que os jogadores do  vão estar na Rússia⚽

Comentar post




Astronomy Picture of the Day


Música do dia

anteriores

Tira do Armandinho