Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Impasse

18.09.19

Ontem os isrealitas foram a votos para decidir se primeiro-ministro Benjamin Netanyahu continuarei à frente do governo. No entanto os resultados não escalrecedores

O Likud, de Netanyahu, terá conseguido entre 31 e 33 dos 120 lugares do Parlamento, enquato que os centristas da coligação Azul e Branco, liderados pelo antigo general Benny Gantz, terão conseguido eleger entre 32 e 34 deputados. Assim o mais provávavel é os isrealitas terem de ser novamente chamados às urnas. 

Mais um país em que não se consegue eleger um primeiro-ministro.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:02

A presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen anunciou ontem as pastas dos novos 26 comissários. Elisa Ferreira foi a portuguesa escolhida, ficando com a pasta da Coesão e Reformas.

Vices-presidentes serão 6 - Frans Timmermans (Holanda), Margrethe Vestager (Dinamarca)Valdis Dombrovkis (Letónia), Josep Borrell (Espanha),Věra Jourová (Republica Checa), Margaritis Schinas (Grécia), Maroš Šefčovič (Eslováquia) e Dubravka Šuica (Croácia).

Os outros comissários são: Johannes Hahn (Áustria), com a pasta do Orçamento e Administração, Didier Reynders (Bélgica), com a pasta da Justiça ,Mariya Gabriel (Bulgária), com a pasta da Inovação e Juventude, Kadri Simson (Estónia), com a pasta da Energia, Jutta Urpilainen, (Finlândia), com a pasta das Parcerias Internacionais, Stella Kyriakides (Chipre), com a pasta da Saúde, Sylvie Goulard (França), com a pasta do Mercado Interno, László Trócsányi (Hungria), com a pasta da Vizinhança e Ampliação, Paolo Gentiloni (Itália), com a pasta da Economia, Phil Hogan (Irlanda), com a pasta do Comércio, Virginijus Sinkevičius (Lituânia), com a pasta do Ambiente e Oceanos, Nicolas Schmit (Luxemburgo), com a pasta do Emprego, Helena Dalli (Malta), com a pasta da Igualdade, Janusz Wojciechowski (Polónia), com a pasta da Agricultura, Rovana Plumb (Roménia), com a pasta dos Transportes, Janez Lenarčič (Eslovénia), com a pasta da Gestão de Crise, e Ylva Johansson (Suécia), com a pasta dos Assuntos Internos.

O nome de Elisa Ferreira já tinha sido muito bem acolhido pela classe política portuguesa mas não se espera que Portugal venha a ter mais fundos por causa dela. 

Dos 27 nomes, só são conhecidos os do holandês Frans Timmermans, do espanhol Josep Borrell e do italiano Paolo Gentiloni.

 

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:13

Defend democracy

02.09.19

Os britânicos, no sábado, saíram às ruas de Londres novamente para dizerem não ao Brexit. Estão indignadíssimos com Boris Johnson, que decidiu encerrar o parlamento nas próximas semanas. Assim, haverá menos tempo para que se discuta uma possível moção de censura.

Esta semana será decisiva. A saída do Reino Unido está marcada para 31 de Outubro, o dia da Bruxas. Um acordo com a União Europeia para uma saída negociada é cada vez menos provável. O problema é que muitos deputados conservadores, que estão contra a saída do Reino Unido da União Europeia sem acordo, consideram que a ideia de Jeremy Corbyn tomar conta do país ainda mais repugnante. Boris Johnson já ameaçou os deputados rebeldes que se votarem contra ele sairão do partido.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:23

M5S e PD insieme

29.08.19

O Movimento 5 Estrelas e o Partido Democrático chegaram a acordo e afinal Itália não vai para eleições. Saiu pela culatra a jogada de Matteo Salvini ao abandonar o governo.

Ao vencer as eleições europeias, a Liga de Salvini poderia com eleições gerais conseguir a maior bancada parlamentar e formar uma coligação de extrema direita apenas com o partido neofascista Irmãos da Itália.

Giuseppe Conte, que pediu a demissão de 1º ministro, vai continuar a governar Itália, agora com o apoio do Partido Democrático, liderado por Nicola Zingaretti.

Com o Partido Democrático no governo, espera-se que as políticas anti-imigração de Salvini acabem e que anti-europeismo desvaneça.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:14

Afinal Mário Centeno não vai para o FMI. Na 5ª feira à noite anunciou que não era candidato. Provavelmente os apoios não eram suficientes e ficava mal que o presidente do Eurogrupo tivesse pouco votos. A espanhola Nadia Calviño, ministra da economia, anunciou a desistência depois da 1ª votação de ontem.

Acreditava-se que ia ser difícil anunciar já o novo líder do FMI pois era preciso uma maioria qualificada que correspondesse a 65% da população europeia. Na última votação  Kristalina Georgieva obteve 56% dos votos.  Jeroen Dijsselbloem, o antigo presidente do Eurogrupo, como obteve menos votos acabou por desistir e assim o ministros das finanças europeus  escolheram Kristalina Georgieva para liderar o FMI.

Kristalina Georgieva, de 65 anos, nasceu em Sofia e agora vai para Washington. Era até agora a nº 2 do Banco Mundial. Quando foi a eleição de António Guterres para a ONU, Kristalina Georgieva também foi candidata.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

The DUDE

24.07.19

O Reino Unido já tem novo Primeiro Ministro. Os militantes do Partido Conservador escolheram Boris Johnson em vez de Jeremy Hunt (92153 votos para o 1º enquanto que o 2º alcançou 46656 votos).

Hoje a maioria dos jornais portugueses, britâncos e pelo resto da Europa escolheram a mesma foto - Boris Johnson à porta de casa.

Boris Johnson promete ser o DUDE (o líder que "Deliver the Brexit", "Unite the contry", "Defeat Corbyn" e "Energise Britain").

Que truque terá ele na manga para conseguir uma saída da União Europeia que a maioria dos britânicos não quer? Para já vários menbros do governo de Theresa May apresentaram a demissão. Jeremy Corbyn já anunciou uma moção de censura.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:54

Na passada 6ª feira, o Supremo Tribunal da Holanda considerou o estado holandês parcialmente responsável pelo massacre de Srebrenica. Em Julho de 1995, mais de 8000 muçulmanos bósnios morreram às mãos do exército bósnio da Sérvia, numa área que estava sob proteção de capacetes azuis holandeses das Nações Unidas. Este massacre foi considerado o pior massacre na Europa desde a 2ª Guerra Mundial. Em 2004 foi considerado um genocídio, embora a Sérvia continue a negar essa designação.

O juiz do Supremo Tribunal da Holanda considerou que "os capacetes azuis sabiam que esses refugiados estavam em sério risco de serem maltratados e assassinados. Deveriam ter feito tudo o que era possível para evitar isso".

Com esta decisão, os familiares das vítimas podem exigir uma indemnização ao estado holandês, mas como a responsabilidade foi considerada limitada, não há grandes expectativas por parte dos familiares. Esta decisão pode é abrir um precedente internacional na responsabilidade dos estados em missões de manutenção de paz.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:11

Foi mesmo eleita

17.07.19

Não havia certeza absoluta que seria eleita - Ursula von der Leyen vai ser mesmo presidente da Comissão Europeia. Votaram 383 eurodeputados a favor, 327 contra e 22 abstiveram-se.

Antes da votação, Ursula von der Leyen no discurso que fez, prometeu paridade total na Comissão, diz Ursula aceitar o adiamento do Brexit se for necessário, fazer da Europa o primeiro continente com neutralidade climática até 2050, que quem trabalha a tempo inteiro deve receber um salário mínimo que permita uma vida decente e que é necessário um novo subsídio de desemprego a nível europeu.

Agora segue-se o processo de composição do novo Colégio de Comissários, que será submetido a um voto de aprovação em Outubro.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:49

Novo Mitsotakis

10.07.19

Os gregos escolheram um novo governo no domingo. Alexis Tsipras já não é o primeiro ministro e o Syriza sofreu uma estrondosa derrota. A Nova Democracia conseguiu a maioria absoluta com 39,8% dos voto, enquanto que o Syriza obteve 31,6%.

Os gregos estavam decepcionados com o Governo do Syriza, primeiro por não ter conseguido cumprir a promessa de acabar com a austeridade e por ter assinado o acordo com os vizinhos do norte para terem no nome Macedónia.

Kyriakos Mitsotakis, com 51 anos, é o filho mais novo do antigo primeiro-ministro e presidente honorário da Nova Democracia, Konstantinos Mitsotakis. No início de 2016 foi eleito líder da Nova Democracia. Mitsotakis promete agora reduzir impostos, aumentar salários e impulsionar o investimento e o emprego.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:36

Fumo branco

03.07.19

Finalmente os líderes europeus entenderam-se e já se sabe quem vai ocupar os lugares mais importantes da União Europeia. Parece-se que foi muito difícil convencer os países do Grupo de Visegrad (Polónia, Hungria, República Checa e Eslováquia) e a Itália, que não queriam, nem o holandês Franz Timmermans, nem o alemão Manfred Weber, os candidatos dos 2 grandes partidos europeus. Foram 3 dias de longas conversações. António Costa veio dizer ter sido convidado para exercer um dos cargos, tendo recusado por estar "exclusivamente" dedicado ao seu compromisso com Portugal e os portugueses.

A única não surpresa foi a escolha de Christine Lagarde, que deixa o FMI e vai para a a liderança do Banco Central Europeu. Mario Dragho vai deixar saudades. A grande surpresa é a escolha da desconhecida Ursula von der Leyen para a presidência da Comissão Europeia. Até agora era a ministra Alemã da Defesa, tendo sido antes ginecologista.

Para a presidência do Conselho Europeu vai o liberal belga, actual primeiro-ministro do governo de gestão, Charles Michel. Já para Alto Representante para a Política Externa vai o actual ministro espanhol dos Negócios Estrangeiros, o catalão Josep Borrell.

Para a liderança do Parlamento Europeu, poderá ser escolhido hoje o socialista búlgaro Serguei Stanishev, vindo a partilhar o mandato com o conservador alemão Manfred Weber, na segunda metade.

No entanto, o Parlamento Europeu ainda vai ter de aprovar o nome da escolha para a presidência da Comissão Europeia.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:37



Astronomy Picture of the Day