Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A remodelação governamental ainda não tinha terminado. Ontem ficámos a saber o nome dos novos secretários de estado. A cerimónia de posse é hoje às 11h.

O primeiro nome a ser conhecido foi o de João Galamba, logo na 2ª feira, que vai assumir a Secretaria de estado da Energia e gerou logo muita polémica. Eu não gostei da escolha pois deixarei de seguir os seus comentários nas televisões. Um dos meus programas preferidos de debate político era o Sem Moderação, no Canal Q, onde ele participava. Desejo-lhe o maior sucesso, que consiga fazer frente aos lobbies da energia e que consiga fazer baixar mais o preço da electricidade.

Quanto aos outros 9 nomes são relativamente desconhecidos. Destaca-se o nome para uma das Secretarias de estado da Saúde, que vai ser ocupada por Raquel Bessa de Melo que se tinha demitido da direção no Hospital de Gaia em Março por falta de meios. Na Secretaria de estado da Defesa vai estar uma mulher, Ana Isabel Pinto, especialista em Política Externa e de Segurança da União Europeia e em geopolítica do Médio Oriente.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:08

Mais mudanças

15.10.18

Afinal não é apenas no Ministério da Defesa que via haver mudanças. Ontem ao final da manhã surgiu a notícia de mais remodelações governamentais.

Jornal I 15102018.jfif

A Cultura volta a mudar de ministro, a Saúde passa a ter uma mulher como ministra e na Economia também há mudanças. Não estava à espera que a 1 ano do fim do mandato, António Costa decidisse fazer uma remodelação governamental.

Assim, na Cultura sai Castro Mendes e entra Graça Fonseca, antiga secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa, na Saúde entra Marta Temido substituindo de Adalberto Campos Fernandes, que era muito criticado por parte de muitos profissionais da saúde, e na Economia, o ainda ministro Adjunto, Pedro Siza Vieira, assume o lugar do apagado Manuel Caldeira Cabral mas sem energia que vai para o Ambiente.

Para o lugar de Azeredo Lopes, na Defesa, vai o antigo secretário de Estado da Cooperação, , do tempo de José Sócrates, João Gomes Cravinho.

Em menos dum ano vamos aguardar o que de diferente farão nas lugares que vão ocupar.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:18

Exonerado

13.10.18

Marcelo Rebelo de Sousa já exonerou Azeredo Lopes. Agora está a aguardar a escolha de António Costa para novo ministro da Defesa. Será que Marcos Perestrello, com 47 anos, até agora secretario de estado da Defesa, vai subir a ministro?

jornal Público 13102018.jfif

Na 4a feira António Costa, no debate quinzenal, continuou a mostrar confiança política em Azeredo Lopes. Na 5a feira houve reunião semanal entre António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa e tudo deve ter ficado acertado. Ontem de manhã Azeredo Lopes ainda esteve na tomada de posse da nova Procuradora.

Saiu quem menos responsabilidades tem pelo que se passou em Tancos.

Marcelo, nos últimos tempos, tem falado pouco sobre todo o caso de Tancos. No início exigiu que tudo fosse feito para recuperar as armas.

Nos militares é que ninguém se demite. O anterior chefe de gabinete do ministro até já foi para chefe de gabinete do chefe de estado maior das forças armadas. Será que eles consideram que todo o caso de Tancos foi gerido correctamente?

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:40

Nova PGR

22.09.18

Afinal Joana Marques Vidal não vai continuar na Procuradoria Geral da República como muitos queriam. A nova PGR será Lucília Gago, ex-procuradora geral adjunta. O nome terá sido sugerido pela Ministra da Justiça e teve a aceitação do Primeiro Ministro e do Presidente da República. Quem a conhece diz que ela é "obstinada" e "avessa à exposição".

Diário de Notícias digital 21092018.jpg

Rui Rio comentou a nova escolha dizendo "Se não há diferença, porque não continua Marques Vidal?".

Nos últimos dias, quem queria que Joana Marques Vidal deixasse a procuradoria veio lembrar o que Marcelo Rebelo de Sousa escreveu há 20 anos sobre o assunto, em que defendia um só mandato para o PGR. Assim, Joana Marques Vidal nunca poderia continuar à frente da Procuradoria.

Quem reapareceu para comentar a saída de Joana Marques Vidal foi Pedro Passos Coelho, num artigo no Observador. Será que Passos Coelho, que escolheu Joana Marques Vidal para PGR, está de volta à política?

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:36

A Aliança

28.08.18

Santana Lopes esteve ontem no Jornal da Noite da SIC para falar da sua Aliança, o partido que acabou de fundar e está na fase de recolha de assinaturas.

A Aliança de Santana Lopes.png

O objectivo de Santana Lopes é "lutar para ganhar" a António Costa. Eu acho que já seria uma grande vitória aproximar-se do resultado de Rui Rio. Já um resultado semelhante ao de Assunção Cristas, numa primeiras eleições, era muito bom.

Não estou a ver muitos laranjinhas e deixar de votar no PSD mesmo que não concordem com a actual liderança. Claro que Santana Lopes tem de ser ambicioso para ter o melhor resultado possível.

 

Foto do site da SIC Notícias.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:19

Um novo partido

11.08.18

Muito se tem falado nos últimos tempos no novo partido de Santana Lopes. O Sol diz hoje que Santana Lopes vai avançar já no final de Setembro. O Público refere que a direcção do PSD está preocupada. O Expresso também aborda o assunto e diz que que o novo partido não será PSL.

novo partido de Santana Lopes.PNG

Também se tem falado numa mudança de líder no PSD. Carlos Encarnação, no Sol, diz mesmo que "Isto só se resolve com um líder forte". São muitos os militantes do PSD que não aceitam que o partido seja no futuro uma muleta do PS no governo, com Rui Rio como vice-primeiro ministro.

Quem deve ficar muito contente com tudo isto é António Costa, que com a divisão da direita, sairá vencedor nas próximas legislativas com toda a tranquilidade. Na entrevista ao Expresso, António Costa diz que "o PSD não tem lepra".

 

Foto da capa do jornal Sol de hoje.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:58

Caso Robles

02.08.18

A direita está extase por Ricardo Robles ter deixado de ser vereador da Câmara de Lisboa pelo Bloco de Esquerda. Assunção Cristas diz que "desmascarou" o Bloco na sua "hipocrisia política". Criticam ainda Fernando Medina por fazer uma "renovação barata do acordo" com o Bloco.

O novo vereador do Bloco é o professor Manuel Grilo, que foi sindicalista da Fenprof e era agora assessor do grupo parlamentar do Bloco. Na câmara ficará com os pelouros da da Educação e dos Direitos Sociais.

Toda a polémica surgiu por causa de um prédio em Alfama, que pertencia Ricardo Robles e à irmã. Para direita quem é do Bloco não pode ter um prédio e ganhar dinheiro com isso - comprarm-no por 347 mil euros e vale agora 5,7 milhões. Se não tivesse entrado em tribunal um caso de despejo nunca isto teria vindo à baila.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:33

João Semedo, ex-coordenador do Bloco de Esquerda e médico de profissão, deixou-nos. 

Nasceu em Lisboa mas nos últimos anos o Porto era a sua cidade.

Mesmo depois de ter sido obrigado a tirar as cordas vocais por causa dum cancro, não deixou de ter intervenção política e apereceu várias vezes.

Este ano ainda  esteve na luta pela morte medicamente assistida. Escreveu no início deste ano um livro sobre o Serviço Naçional de Saúde, juntamente António Arnauth, que também nos deixou este ano, onde dava ideias para melhorar o SNS.

A esquerda fica mais pobre com o seu desaparecimento.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:25

Por 5 votos

30.05.18

Afinal Marcelo Rebelo de Sousa não vai precisar de se pronunciar sobre a Eutanásia. Por apenas 5 votos o projecto de decreto lei do PS não venceu a votação no Parlamento. O outros 3 projectos tiveram um pouco menos de votos a favor.

O voto foi uninominal e por ordem alfabética. Desde o início, o voto contra esteve em vantagem. Por vezes o voto a favor aproximava-se mas nunca ultrapassou o voto contra.

À porta da Assembleia manifestavam-se muitos portugueses contra a Eutanásia. O lema era mais cuidados paliativos.

Sai vencedora desta votação Assunção Cristas. Quem se opõe a Rui Rio no PSD também deve ter ficado contente pois o presidente do PSD afirmou que era a favor da Eutanásia.

Certamente que na próxima legislatura este tema vai voltar ao Parlamento e talvez aí já seja possível que a Eutanásia passe.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:50

Sou contra a eutanásia. Nunca pediria que num hospital me desligassem a máquina ou que para parar de sofrer tomasse algo que me levasse à morte.

No entanto, não sou egoísta e penso que cada um tem o direito de decidir o que fazer com a sua vida no momento crítico da sua vida.

Sempre que se fala deste assunto lembro-me do grande filme Mar Adentro, de Alejandro Amenabar, com Javier Bardem.

Por isso, hoje apoio os deputados que vão votar a favor do diploma que permitirá a morte medicamente assistida (eutanásia).

Há grande probabilidade de o diploma passar no Parlamento, mesmo com o voto contra do PCP. Segue-se depois a aprovação pelo Presidente da República. O mais provável é que vete a lei que venha da Assembleia da República. 

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:16



Astronomy Picture of the Day


Música do dia

anteriores

Tira do Armandinho