Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Cristiano Ronaldo esteve em Las Vegas de férias em Junho de 2009. Lá conheceu intimamente Kathryn Mayorga, que na altura tinha 25 anos. Agora ela acusa-o de mais de 10 crimes e exige uma indemnização de 50 mil dólares por cada.

Na altura Kathryn Mayorga fazia trabalhos de modelo e frequentava bares para ajudar a atrair clientela. Antes tinha sido professora de Educação Física numa escola primária.

Os advolgados de Kathryn Mayorga alegam que ela terá sido coagida a assinar um acordo de confidencialidade a troco de cerca de 325 mil euros. Agora quer mais dinheiro.

Ontem no Twitter, Cristiano Ronaldo escreveu: "Nego terminantemente as acusações de que sou alvo. Considero a violação um crime abjecto, contrário a tudo aquilo que sou e em que acredito. Não vou alimentar o espectáculo mediático montado por quem se quer promover à minha custa".

A vida de Cristiano Ronaldo não vai ser fácil nos próximos tempos e de certeza que lhe vão à conta bancária.j

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:31

Foi a mulher

27.09.18

A Judiciária já terá descoberto quem terá morto o tri-atleta de Vila Franca de Xira, Luís Grilo. Passado um mês do aparecimento do corpo a 140 km de casa, em Covões, a 20 km de Benavila, a terra dos sogros, perto de Avis, e quase 2 meses e meio desde o seu desaparecimento, ontem a mulher foi detida. Um outro homem, amante da viúva, também terá sido detido por estar envolvido no homicídio.

No início todos pensavam que teria sido um acidente de viação.

No dia do funeral a mulher chorava abraçada ao filho.  Numa entrevista à TVI24, no início de Setembro, negou perentoriamente qualquer envolvimento no homicídio.

A Judiciária estranhou que o corpo tivesse aparecido em Avis. As marcas no corpo, sobretudo ao nível da cabeça, eram de extrema violência, o que indiciava ter-se tratado de um crime de raiva, cometido por vingança. Segundo a Judiciária a morte terá ocorrido em casa de Luís Grilo.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:49

Em luta

20.09.18

Os taxistas voltaram à luta contra as plataformas electrónicas de transporte como a Uber ou a Cabify. Ontem na Avenida da Liberdade só circularam transportes públicos. Também houve protestos em Faro e no Porto. Durante a tarde Florêncio Almeida, da Associação Nacional de Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL), reuniu-se com os vários partidos no Parlamento para que seja pedida a fiscalização sucessiva da lei que regula regula a atividade das plataformas electrónicas de transporte.

As reuniões com os taxistas parece que surtiram algum efeito. Segundo os responsáveis, os Verdes e o Bloco de Esquerda mostraram-se disponíveis para ponderar um pedido de fiscalização sucessiva da lei e o PCP está disposto a propor a revogação da lei. No entanto, o protesto continua até haver respostas concretas do governo. 

Enquanto taxistas e plataformas electrónicas não trabalharem com as mesmas regras não haverá paz. Muitos utilizadores da plataformas electrónicas de transporte dizem que as preferem por causa da simpatia, educação, limpeza, condução cuidada e terem um sistema de cobrança mais honestos.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:18

Finalmente já um projecto para a zona de entre campos, em Lisboa, na zona da antiga Feira Popular e de uma parte do antigo Mercado Abastecedor.

O futuro de Entrecampos.jpgQue saudades dos tempos passados na Feira Popular.

Os terrenos serão destinados sobretudo à construção de escritórios, mas terão também de habitações. Mas já não chega de escritórios em Lisboa? No local haverá também um jardim de grandes dimensões - um terço da área dos terrenos da antiga Feira Popular.

Prevê-se também  a construção de 700 fogos de habitação de renda acessível na zona de Entrecampos (515 construídos pelo município), de um parque de estacionamento público na Avenida 5 de outubro, de 3 creches e 1 jardim-de-infância, uma unidade de cuidados continuados e de um centro de dia com valência de lar.

O investimento previsto ronda os 800 milhões de euros, 100 dos quais responsabilidade municipal, e vai permitir a criação de 15 mil empregos.

 

Foto do site do DN.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:28

Pela 9ª vez

11.05.18

Marcelo Rebelo de Sousa vetou, na 4ª feira, o decreto que estabelece e regula o direito à autodeterminação da identidade e expressão de género, permite a mudança da menção do sexo, no registo civil, a partir dos 16 anos, e consequente alteração do nome próprio, sem necessidade de relatório médico, e o direito à proteção das características sexuais de cada cidadão. Esta foi a 9ª vez em 2 anos que Marcelo veta uma lei

Há algumas semanas um grupo de 25 pais de transgéneros enviaram uma carta ao Presidente da República a pedir-lhe que promulgue o diploma pois é "uma lei que permite aos nossos filhos construir um futuro com dignidade, garantindo-lhos o direito à sua privacidade e autonomia, ao invés de viverem condicionados não só pelo preconceito, mas também por pareceres da classe médica". 

Já a Associação dos Médicos Católicos Portugueses tinha apelado ao presidente que vetasse a lei uma vez que a dispensa de um parecer médico reveste-se de "uma enorme gravidade em termos de saúde pública".  

O decreto tinha sido aprovado pela Assembleia da República, a 13 de Abril, com votos favoráveis do Partido Socialista, Bloco de Esquerda, Verdes, PAN e por Teresa Leal Coelho do PSD. O Partido Comunista absteve-se. enquanto que PSD e CDS-PP votaram contra.

Agora o decreto lei volta ao Parlamento para ser reformulado.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:24

Retrocesso

25.04.18

O Tribunal Consitucional anunciou ontem o chumbo de algumas normas da lei da da gestação de substituição. 

Para o Tribunal é insconstitucional a regra do anonimato de dadores e da gestante de substituição face a quem tenha nascido em consequência de processos de procriação medicamente assistida e a regra que dispensa a averiguação oficiosa da paternidade de uma criança filha de uma mulher tenha recorrido sozinha às técnicas de procriação medicamente assistida. Cada caso é um caso e o casal que recorrer à procriação medicamente assistida e o dador ou a gestante de substituição é que devem decidir se querem que haja anonimato.

Agora espera-se que a lei seja alterada rapidamente e não surjam novos entraves para que muitos casais que não têm filhos os possam ter. Felizmente a inconstitucionalidade não se aplica a casos que já estão a decorrer.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:33

Hoje é de dia de Meia maratona de Lisboa mas como é habitual a partida não é da praça das portagens da Ponte 25 de Abril. Os corredores assim não vão atravessar a Ponte. A razão não é por causa da notícia sensacionalista que vinha da edição de 5ª feira da revista Visão mas sim por causa dos ventos fortes que estão previstos para hoje.

Esta é a primeira vez em 28 edições que a prova não passa pela Ponte 25 de Abril.

revista Visão dizia na capa "Ponte em risco". Segundo a Visão, o Governo recebeu em Fevereiro um relatório do Laboratório Nacional de Engenharia Civil a alertar para a necessidade de haver “medidas urgentes” de reparação, ao serem detectadas “fissuras numa zona estrutural da travessia”. O presidente da Infra-estruturas de Portugal (IP), António Laranjo, veio logo dizer que a obra de reparação "não é urgente", apesar de ser "prioritária" e que se houvesse perigo a ponte “estaria fechada”.

O concurso público internacional de reabilitação da estrutura deve ser lançado no dia 22 de Março e as obras arrancam no final deste ano, início do próximo. Os trabalhos de manutenção vão durar 2 anos e vão custar 18 milhões de euros.

Quem vai pagar as obras não é a Lusoponte, que arrecada o dinheiro das portagens (50 milhões de euros por ano), mas sim o Estado. No contrato inicial, a Lusoponte contribuía para a manutenção da Ponte 25 de Abril, mas esta contribuição foi eliminada depois do acordo entre Estado e concessionária quando houve a polémica do aumento das portagens que levou ao bloqueio da ponte, que depois foram congeladas. Mais uma parceria público-privada ruinosa para o Estado.

Quem também devia contribuir para o pagamento das obras era a Fertagus, pois também ultiliza diariamente a Ponte e ao que parece o principal suspeito dos problemas de desgaste detectados na infraestrutura será o comboio.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:22

Em greve

23.12.17

O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços marcou 2 dias de greve, para hoje e amanhã. Os trabalhadores dos super e hipermercados podem ficar em casa e preparar o Natal com as suas famílias. 

Era fenomenal os portugueses hoje dirigirem-se aos supermercados e encontrarem-os fechados. O que pode acontecer é haver menos caixas abertas e menos funcionários no talho ou na peixaria.

Os trabalhadores exigem:

- A negociação do Contrato Colectivo de Trabalho do sector;

- O aumento dos salários de todos os trabalhadores e o fim da tabela B - mais baixa e que se aplica em todos os distritos, excepto Lisboa, Porto e Setúbal;

- A progressão automática dos operadores de armazém até ao nível VIII (operador de armazém especializado);

- A manutenção do valor pago por trabalho suplementar e por trabalho em dia feriado, contra a redução do valor das horas extras e do trabalho aos feriados;

- Horários de trabalho regulados, contra o banco de horas, pelo direito à conciliação da vida profissional com a vida pessoal e familiar.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:51

440 incêndios.

16.10.17

Que dia quente o de ontem e com bastante vento. À tarde Patríca Gaspar, a porta voz da Protecção Civil, anunciava que era o dia com mais incêndios do ano. Hoje o DN fala em 440 incêndios, todos a norte do Tejo. Estamos a meio de Outubro!

Ontem ao início da noite, as chamas estavam fora de controlo e atingiam 9 freguesias em Monção, Viana do Castelo, e em Arganil, Coimbra, o fogo estava incontrolável, tendo sido evacuadas várias aldeias.

Hoje já prevêem aguaceiros e trovoadas.

Por acaso aqui pelo Oeste, onde passei o domingo, não há muitos locais onde tenham ocorrido incêndios. Também não vi nuvens de fumo.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:05

Continuamos sem saber o que se passou em relação ao desaparecimento de material militar em Tancos. A notícia surgiu no final do mês de Junho. Este fim de semana o Expresso trouxe em 1ª página um raltório feito pelas secretas que refre 10 cenários sobre o que aconteceu. Um desses cenários é o de tráfico de armas para África.

O relatório também tece fortes críticas à atuação do ministro da Defesa, Azeredo Lopes, e ao Chefe de Estado-Maior do Exército, o general Rovisco Duarte. O governo diz queo relatório não existe.

Há 2 semanas o ministro da defesa deu uma entrevista ao DN e TSF onde alertou que poderia não ter havido furto nenhum.

A oposição tem feito de tudo para que Azeredo Lopes seja demitido do cargo de ministro.

 

Há 1 ano aqui na Espuma dos Dias.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:48



Astronomy Picture of the Day


Música do dia

anteriores

Tira do Armandinho