Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Vende-se

por aespumadosdias, em 22.04.14

Manoel de Oliveira manifestou vontade de doar o seu acervo no anos 90 quando a Câmara do Porto era presidida por Fernando Gomes. A autarquia considerou a ideia excelente tendo proposto a construção de um edifício de raiz, projectado por um conceituado arquitecto mas Manoel de Oliveira e a Câmara do Porto nunca alcançaram um entendimento sobre o modo como seria gerida a Casa-Museu.

Em 2004 o edifício construído na Foz, de autoria do arquitecto Souto Moura, ficou concluído.

Em Dezembro de 2007 decidiu-se a ocupação temporária do edifício pelos serviços municipais de museus e património, o que nunca chegou a acontecer.

Em Novembro do ano passado ficou-se a saber que a Casa do Cinema Manoel de Oliveira vai, afinal, ter sede em Serralves, num espaço projectado pelo arquitecto Álvaro Siza. A casa na Foz está está num estado de degradação avançadíssimo e agora vai ser vendida em leilão pela Câmara do Porto. E assim se gasta dinheiro em Portugal.

 

Há 6 anos aqui na Espuma dos Dias

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:56


2 comentários

Imagem de perfil

De golimix a 22.04.2014 às 10:55

Enfim... mesmo à boa maneira de Portugal! Pelos vistos ainda há dinheiro para se atirar pela janela, que é o que estão a fazer com este belo edifício entregue a baratas!
Imagem de perfil

De Kok a 22.04.2014 às 21:57

Era suposto que antes do início das obras a Câmara e Manoel de Oliveira estivessem de acordo.
Mas num quadro de revista à Portuguesa isso (o acordo) foi deixado para depois e quando chegou o depois não houve entendimento.
Se foi assim ou não, não sei. Mas o que se sabe é que foram gastados milhões e que agora o edifício não aproveita a ninguém.
A solução de recurso de lá implantar uns serviços (dispensáveis já que até agora não pareciam ter vida), é uma maneira de habilidosa/oportunista para justificar um gasto que não tem justificação.
Tudo isto mereceria umas fortes e prolongadas gargalhadas se não fosse uma violência para um povo que tanto sofre à mão de uns quantos empoleirados em lugares cuja fiscalização é inexistente.Image
1 abraço!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Astronomy Picture of the Day





Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D